Ir para o conteúdo

Prefeitura Nova Serrana - A cidade que mais cresce em Minas
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
21
21 JUL 2022
SAÚDE
DENGUE: O RISCO TEVE UMA QUEDA, MAS NADA DE BAIXAR A GUARDA
enviar para um amigo
receba notícias
O resultado do último LIRAa, concluído na última sexta-feira, dia 15, apresenta uma considerável baixa nos focos encontrados no município. Nem por isso recomenda-se que baixemos a guarda, uma vez que a doença ainda é considerada endêmica em todo país.
 
Vale lembrar que os casos de dengue no Brasil tiveram um aumento considerável em 2022 e o levantamento anterior ao de sexta-feira apontou uma situação diferente da de agora: em maio, o resultado foi de risco médio. Agora, para alívio de todos, o levantamento concluiu que a cidade voltou a apresentar um risco baixo, devido à queda de focos. Isso não quer dizer que o combate à moléstia continue sendo uma prioridade para a administração pública de Nova Serrana. Ao contrário, esse resultado só foi possível graças à ação constante de combate ao mosquito, protagonizada pela equipe de Vigilância Epidemiológica da secretaria de Saúde e pelo atendimento da população às campanhas desenvolvidas.
 
O resultado de julho
 
Neste LIRAa a predominância de focos encontrados foi de 38,5% em tanques, depósitos em obras, borracharias, hortas, sanitários em desuso, piscinas não tratadas e caixas de passagem. Mais 23,1% foram encontrados em depósitos ao nível do solo, barris, tonéis, tambores e poços. A mesma porcentagem (de 23,1%), foi detectada em vasos, frascos com água, pratos, pingadeiras, recipientes de degelo, bebedouros em geral, fontes ornamentais e materiais de construção: 11,5% apareceram em lixos, recipientes plásticos, ferros-velhos, sucatas em pátios e recicladoras. E os 3,8% restantes estavam em caixas d’água ligadas à rede, vasos de plantas, frascos, recipientes de degelo, materiais de construções e plantas ornamentais.
 
O LIRAa é só parte do trabalho da Vigilância Epidemiológica
 
Segundo a responsável pelo setor de endemias, Idália Carneiro, as intensificações das ações permanecem em andamento, com visitas periódicas, tratamento focal, remoção de lixo e materiais que acumulam água parada, eliminação de focos, palestras em escolas e fábricas de calçados (numa parceira com as SIPATs - Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho).


Tabela comparativa dos LIRAas de janeiro de 2018 a julho de 2022


 
Resultados LIRAa 2018 Resultado LIRAa
2019
Resultado LIRAa
2020
Resultado LIRAa
2021
Resultado LIRAa 2022
Janeiro 3,4%   Alto Risco Janeiro 4,7%  Alto Risco Janeiro 7,7 %
Alto Risco
Janeiro 6,9%
Alto Risco
Janeiro 7,6%
Alto Risco
Abril   2,8%     Médio Risco Maio 4,2% Alto Risco - Março
8,4%
Alto Risco
Maio 3,7%
Alto Risco
 
Agosto 1,3% Médio Risco Agosto 0,7% Baixo Risco - Outubro
5.1%
Alto Risco
Julho 2022
 1,2%
Baixo risco
- Outubro 2019 1,7% Médio Risco -   -
 
 
Número de Casos Notificados
Ano Número de Casos Notificados Número de Casos Confirmados Número de Casos Descartados
2018 788 637 151
2019 4671 4424 224
2020 844 764 75
2021 232 161 30
2022 1513 371 02 - 1 confirmado, 1 em investigação
*Dados: sujeitos a alterações                    *Fonte: SINAN Online
 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia