Ir para o conteúdo

Prefeitura Nova Serrana - A cidade que mais cresce em Minas e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Nova Serrana - A cidade que mais cresce em Minas
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
15
15 FEV 2023
SAÚDE
NUNCA JOGUE AGULHAS, VIDROS E CACOS DE AZULEJO NO LIXO SEM EMBALAR
enviar para um amigo
receba notícias
A falta de cuidado com o acondicionamento e a separação do lixo pode causar diversos acidentes e ainda prejudicar funcionários da limpeza pública. As pessoas precisam se conscientizar e aprender como embalar lixos que eventualmente possam causar ferimentos aos agentes da coleta. Azulejos quebrados, vidros, garrafas, objetos pontiagudos devem ser embalados antes serem jogados no lixo.
 
 
Agulhas e seringas
 
No caso de agulhas seringas, o processo de descarte deve ser mais cuidadoso, já que, além de ferimento, podem estar contaminadas e consequentemente criar outros problemas de saúde para quem recolhe o lixo da cidade. Estas devem sempre ser acondicionadas em garrafas pets e entregues no PSF mais próximo da sua casa. Em hipótese nenhuma pode ir para o lixo comum.
 
 
O ideal
 
Entre os conselhos para evitar acidentes com o lixo estão o acondicionamento de cacos de vidro e garrafas em caixas de papelão ou embrulhadas em jornais velhos; a colocação das tampas de alumínio dentro das latas usadas.
 
 
Funcionário ferido
 
Um servidor da limpeza de Nova Serrana teve semana passada a mão trespassada por uma agulha descartada no lixo comum sem a devida proteção plástica: ele precisou ser encaminhado à Divinópolis.
 
Coletores de lixo têm sido frequentemente alvos de acidentes com seringas, o que resulta em eventual afastamento do servidor para exames e, quando necessário, tratamento.
 
Já esta semana agentes da Vigilância Epidemiológica foram acionados para recolher um material descartado de forma totalmente irregular. O material: seringas, agulhas e frascos com substâncias usadas em clínicas de estética, foram recolhidos pelos agentes em plena via pública.
 
 
A Vigilância em Saúde esclarece
 
Ferimentos com agulhas e material perfuro cortante, em geral, são considerados extremamente perigosos por serem potencialmente capazes de transmitir mais de 20 tipos de patógenos diferentes, sendo vírus da imunodeficiência humana (HIV), o da hepatite B (HBV) e o da hepatite C (HCV), os agentes infecciosos mais comuns envolvidos.
 
Os primeiros atendimentos destes usuários são realizados nas unidades de saúde do município, onde o paciente é acolhido, ofertado o atendimento médico, solicitado e realizado os exames de testes rápidos (hepatite, HIV, sífilis), avaliação do cartão de vacina e oferta de imunizantes conforme a situação vacinal.
 
Caso o usuário necessite de tratamento medicamentoso (antiviral), o mesmo é direcionado para o atendimento médico com especialista (infecto), serviço de referência (UPA) Divinópolis; para condução do caso e liberação da medicação por um período de aproximadamente 28 dias conforme a conduta clínica e médica. O ideal é que este atendimento aconteça nas primeiras horas após o acidente, para que o tratamento seja de forma oportuna. 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia